5 dicas para você identificar sua ovulação (a 4 é minha favorita)! - Sonhada Maternidade

5 dicas para você identificar sua ovulação (a 4 é minha favorita)!

Olá tentantes!

Como está tudo?

Até começarmos a tentar engravidar, saber quando ocorre a ovulação é um pensamento quase inexistente em nossa cabeça, ainda mais quando utilizamos métodos contraceptivos hormonais ou dispositivos intrauterinos (DIU). Nesse casos, não se pensa em gravidez e sim como evitá-la. Então, para que pensar em ovulação?

Mas as coisas mudam quando você resolve engravidar. Então a informação mais importante que você quer saber é: quando estou ovulando?

Como é o corpo feminino?


A mulher apresenta sua primeira ovulação antes de sua primeira menstruação. Isso mesmo, primeiro você ovula e 15 dias depois vem sua primeira menstruação.

Toda mulher já nasce com todos os seus óvulos, isto é, o organismo feminino não "produz" óvulos (como o masculino produz espermatozoide), e cada a cada mês um óvulo amadurecido é liberado para uma possível fecundação e posterior gestação. Isso, é claro, em um ambiente ideal, em que não haja outros fatores (como SOP) que possa interferir nesse processo.

Então, quando se ouve que os óvulos envelhecem a medida que a mulher envelhece pode ter certeza que é verdade.

Mas identificar a ovulação não é uma tarefa fácil. Afinal é uma ação que acontece no interior do nosso organismo, que pode apresentar ou não sinais que possibilitem a identificar.

Não basta apenas você achar que a ovulação ocorre na metade de seu ciclo, ou que ela ocorre no 14º dia do ciclo. Esses cálculos servem apenas para mulher com tamanho de ciclo padrão (28 dias) e fase lútea padrão (14 dias), o que não é o caso da maioria das mulheres. (veja um pouco mais sobre a fase lútea em A IMPORTÂNCIA DA FASE LÚTEA PARA ENGRAVIDAR).


ovulação


Então, como saber quando ocorre minha ovulação?

Mesmo que seja um processo interno, temos sinais e maneiras de conseguir (ou pelo menos tentar) identificar a ovulação. Algumas dessas formas são imprecisas pois dependem de sinais que a mulher deve sentir e perceber. Outras são mais objetivas e te dão a certeza que você está ovulando.

Veja, então, quais são 5 maneiras de tentar identificar se você está ovulando. É claro que existem outras formas, mas vou destacar essas 5:


1) Dor nos ovários:


A cada mês um folículos amadurecem nos e um (ou mais) pode eclodir tornando-se um óvulo que sairá de um dos ovários (em casos raros pode sair um de cada ovário) ocorrendo, então a ovulação. Em algumas mulher, esse processo de saída do óvulo pode gerar uma pequena dor ou ficadas nos ovários. Como, normalmente, cada mês a ovulação ocorre em um ovário diferente, cada mês a mulher sente essa dor em um ovário diferente.

Esse método de se saber se você está ovulando é muito impreciso pois a mulher tem que conhecer bastante seu organismo para saber que aquela dorzinha é uma ovulação. Além disso, outras doenças, como endometriose ou tumores podem causar dores nos ovários.

dor no ovário para ovulação
Fonte da imagem: http://nedmed.info/

2) Ultrassom seriado

Normalmente o ultrassom seriado é solicitado quando o casal já está investigando possíveis causas de infertilidade e o médico decide tentar o coito programado. Você faz uma série (normalmente 3 exames) de exames de ultrassons endovaginais, com um intervalo de aproximadamente 2 dias entre eles. Nesse exame se vê o desenvolvimento do folículo e a eclosão do mesmo, ocorrendo a ovulação.

É um exame certeiro para se saber se está ovulando.


3) Testes de ovulação


Esses testes são vendidos em farmácia e se parecem com os testes de gravidez, pois são tiras que ao entrarem em contato com a urina ou saliva da mulher, indicam se ela está no período fértil. Quanto mais escura estiver a segunda linha, mais próximo da ovulação você estará.

É uma maneira prática de se identificar sua ovulação.

teste de ovulação


4) Medir a temperatura basal


Esse é o método que eu mais gosto, afinal eu consegui engravidar duas vezes utilizando esse método (Veja minha experiência em ENGRAVIDEI MEDINDO A TEMPERATURA BASAL). Você tem que medir sua temperatura basal (aquela ao acordar pela manhã, sem fazer nenhum movimento brusco) durante todo seu ciclo. Sua temperatura antes da ovulação permanece estável, tendo uma leve queda no dia da ovulação. Após a ovulação é sobe, ficando mais alta do que antes da ovulação. Se você engravidar, ela continua alta após o fim da FASE LÚTEA. Se você não engravidar, no fim da fase lútea a temperatura vai cair bruscamente e sua menstruação vai chegar.

É um método relativamente barato (só gasta com o termômetro) mas que precisa de muito determinação e disciplina da tentante, pois as medições devem ocorrer todos os dias no mesmo horário (mesmo nos finais de semana). Mesmo assim eu adoro e recomendo.

gráfico de temperatura basal

5) Método de billings


É um dos mais conhecidos pelas mulheres. É a famosa verificação do seu muco durante o ciclo menstrual. Após a menstruação, a mulher pode ficar mais seca ou com um um muco esbranquiçado, que não são impróprios para a locomoção do espermatozoide.

Esse muco vai se alterando durante o ciclo, e, nos dias altamente férteis, torna-se transparente, escorregadio e elástico, o famoso muco clara de ovo. Esse muco é propício para a locomoção e vida dos espermatozoide. Quando a mulher identificar esse muco, é o momento de treinar pois a ovulação está para acontecer.

Após o período fértil, o muco volta a ficar infértil, tornando-se branco ou leitoso.

Esse método também depende de a mulher conhecer bem seu organismo para pode identificar seus mucos.

fonte MD Saúde
Fonte imagem: MD Saúde
 

E para você?

Qual você pretende experimentar em sua busca pelo tão sonhado positivo? Você já utilizou algum e recomendaria? Deixa seu comentário e compartilhe sua experiência e opinião com outras tentantes leitoras do blog.

Um grande abraço a todas!


Talvez você se interesse em ler também:

ULTRASSOM SERIADO


VOCÊ QUER ENGRAVIDAR? CONHEÇA SEU CICLO MENSTRUAL!


TEMPERATURA BASAL

10 comentários

  1. Só conheço o último método que é o mais fácil pra mim pelo menos... adorei conhecer esses outros.Muito importante esse seu post ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O método de billings é o mais conhecido das mulheres. Mas é muito importante, quando se quer engravidar, conhecer outras formas de saber quando ovulamos. Obrigada pela visita. Abraços.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Um post super legal com muita informação úteis para nós, mulheres ! tem muita coisa aí que não conhecia. Não penso em gravidez de forma alguma, estou nova demais, quem sabe daqui muitoos anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayline. Que bom que você gostou das informações. Realmente a gravidez tem momento certo para acontecer. Mas é bom conhecermos nosso organismo, não é mesmo. Um grande abraço.

      Excluir
  4. Olá! Muito interessante seu post, principalmente pra quem deseja engravidar. De todas as dicas, só conhecia a ultima. Parabéns pelo blog, beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  5. Muito bom ler esse tipo de post, assim podemos estar sempre conhecendo um pouco mais sobre nós mesmas.

    ResponderExcluir
  6. Que post interessante, sei de uma pessoa que vai amar, arrasou! <3

    ResponderExcluir
  7. post muito interessante. Não conhecia esses métodos, parabéns muito bom para conhecermos mais sobre nós mesmas! bjs, sucesso.
    https://vivaeouse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Topo