Sonhada Maternidade: Setembro 2015

Infiltração trofoblástica! O que é isso?

Olá!
 
Durante a gestação nos deparamos com diversos nomes científicos relacionados com exames, resultados, diagnósticos, entre outros. E muitas vezes, nós, simples mortais, quebramos a cabeça para tentar desvendar algum resultado antes da próxima consulta pré-natal.

Eu sou assim: quando vejo algo que não sei ou desconheço nos resultados de meus exames, corro para o "São Google" para tentar encontrar a resposta.

Durante esta gestação, na ultrassonografia do 1º trimestre, fui surpreendida pela expressão "infiltração trofoblástica" no parecer da médica. Cheguei em casa e fui correndo ver se na primeira ultra do meu primeiro filho tinha algo desse tipo no resultado e nada. Fiquei encucada. Corri para o Google e que dificuldade. Encontrei algumas coisas sobre doença trofoblástica (ligada a tumores e gravidez molar) o que não era meu caso pois eu tinha acabado de fazer ultrassom e o bebê estava lá bonitinho, com batimento cardíaco e tudo.

Foi então que descobri que poderia encontrar um sinônimo para infiltração trofoblástica: invasão trofoblástica. Aí sim resultados próximos ao que eu esperava começaram a surgir.

Então, o que é essa infiltração/invasão trofoblática? Falando como leiga no assunto, trata-se da simples diminuição da diferença de pressão na formação da placenta. Se esse equilíbrio não ocorre, maior é o risco de eclâmpsia. Essa invasão ocorre no primeiro trimestre entre a 8ª e a 10ª semana de gestação; e no segundo trimestre entre a 14ª e a 16ª semana.

Como podemos ver, não é nada alarmante e sim um processo natural que na gestação.

Para maiores informações, vocês podem dar uma olhada no site http://www.doppler.me/doppler-arterias-uterinas.php .

Até a próxima!

Fonte: http://www.doppler.me/doppler-arterias-uterinas.php
Topo