Sonhada Maternidade: 2015

Linea nigra: o que é e desmistificação de um mito

A linea nigra trata-se de uma uma mancha linear escura que aparece na na barriga da gestante, geralmente a partir do segundo trimestre da gravidez. Ela possui comprimentos diversos, podendo ir apenas até o umbigo ou, até mesmo, ultrapassá-lo. Já em relação a sua largura, em algumas mulheres pode ter até 1 cm.

Da mesma forma que ela surge, também desaparece algumas semanas após o parto. 

"A linea nigra é causada pela pigmentação da pele na área em que seu músculo abdominal se distende para acomodar o bebê, ficando ligeiramente separado. As gestantes possuem uma grande sensibilidade a um hormônio relacionado à pigmentação e isso contribui não só para o aparecimento dessa linha, como também para manchas no rosto, o cloasma.

Algumas pesquisas garantem que o aparecimento das manchas e escurecimento da pele é devido à deficiência de ácido fólico no organismo. Assim, é importante ingerir o ácido fólico presente principalmente em alimentos como grãos integrais e verduras escuras, não deixando também de tomar o suplemento vitamínico indicado pelo ginecologista durante o pré-natal." (disponível em http://diariodebiologia.com/2012/02/por-que-as-gravidas-tem-uma-linha-escura-na-barriga/ )

 O mito

Um mito sobre essa linha que aparece na barriga das grávidas é sobre a indicação do sexo do bebê. Alguns relatos na internet dizem que se essa linha for até o umbigo, o bebê será menina. Se ultrapassar o umbigo, o bebê será menino.

Bom, na minha primeira gestação, a linha ultrapassou o umbigo e tive um menino. Na atual gestação, já sabendo que espero uma menina, esperei o tempo necessário para ver até onde a linha iria. Mais uma vez ela ultrapassou o umbigo.

Então pode-se concluir que o comprimento da linea nigra não está relacionada ao sexo do bebê.

Um grande abraço!


Tubérculo Genital Fetal - como saber sexo do bebê pelo ultrassom

Olá futuras mamães!

A curiosidade acerca do sexo do bebê é grande para muitas mães. Desde os primeiros exames de ultrassonografia algumas mulheres já ficam ansiosíssimas para saber se já "dá para ver o sexo". A primeira alternativa que os médicos utilizam é por meio da análise do tubérculo genital fetal. Mas mesmo assim, a resposta rápida e certeira dos médicos que realizam o exame é: NÃO, não dá para predizer o sexo.

Não adiante querer, por exemplo, querer saber o sexo na ultra do 1º trimestre (aquela que é endovaginal) uma vez que nesse período os órgãos genitais não começaram a se formar. Já no exame de translucência nucal (TN), quando realizado o mais próximo da 14ª semanas, aos profissionais já dão uma porcentagem de chance de ser um ou outro sexo, isso se o tubérculo genital fetal já estiver bem visível (muito bem mesmo). Mas não é muito bom deixar para cima da hora esse exame, já que o mesmo só pode ser feito até o dia em que se completa 14 semanas.

A partir da 16ª semana, os resultados já começam a ser mais confiáveis, e alguns médicos podem solicitar o ultrassom somente para a mãe acabar com a curiosidade, já que entre 20 e 24 semanas será necessário uma ultra morfológica (com essa sim, dá para ver com maior perfeição os órgãos sexuais).

Mas, mais uma vez, sabemos que há mais que não aguentam esperar até 20 para saber se terá uma menina ou menino, e ficam namorando as imagens da ultra procurando por alguma pista qualquer, é claro, com a ajuda da internet.

Na minha primeira gestação fui forte e consegui esperar até 22 semanas, quando fiz a morfológica, para saber o sexo do meu filho. Na realidade, a médica não viu necessidade de eu fazer uma ultra entre 14 e 20 semanas apenas para ter essa informação, então não insisti.

Na atual gestação, sem eu pedir, o médico já fez a solicitação. Fiz o exame com 17 semanas e terei uma menina. Agora é só confirmar com o morfológico.

O que é o tubérculo genital fetal?


O tubérculo genital fetal é "broto" dos órgãos genitais. É a partir dele que se formará a vulva e o pênis. E sua posição pode indicar o sexo do bebê (veja mais abaixo).

Para matar a curiosidade de muitas, as imagens de ultrassom (de foram de boa qualidade) podem dar dicas sobre o sexo. Encontrei a imagem abaixo na web que mostra como analisar a imagem:

sonhadamaternidade.blogspot.com.br



O tubérculo genital (que se tornará o órgão genital) apresenta posições diferenciadas entre meninos e meninas. No caso de bebês do sexo masculino, o tubérculo tem angulação de 30º graus em relação à coluna do feto. Já no caso dos bebês do sexo feminino, o tubérculo é reto em relação à coluna (fui conferir na minha última ultra e realmente o tubérculo está reto).

Se você (como muitas outras) for curiosa, dê uma olhada em seus exames e veja se consegue descobrir algo.

Conte-nos sua experiência. Deixe se comentário e compartilhe.


Abraços e até a próxima!


Infiltração trofoblástica! O que é isso?

Olá!
 
Durante a gestação nos deparamos com diversos nomes científicos relacionados com exames, resultados, diagnósticos, entre outros. E muitas vezes, nós, simples mortais, quebramos a cabeça para tentar desvendar algum resultado antes da próxima consulta pré-natal.

Eu sou assim: quando vejo algo que não sei ou desconheço nos resultados de meus exames, corro para o "São Google" para tentar encontrar a resposta.

Durante esta gestação, na ultrassonografia do 1º trimestre, fui surpreendida pela expressão "infiltração trofoblástica" no parecer da médica. Cheguei em casa e fui correndo ver se na primeira ultra do meu primeiro filho tinha algo desse tipo no resultado e nada. Fiquei encucada. Corri para o Google e que dificuldade. Encontrei algumas coisas sobre doença trofoblástica (ligada a tumores e gravidez molar) o que não era meu caso pois eu tinha acabado de fazer ultrassom e o bebê estava lá bonitinho, com batimento cardíaco e tudo.

Foi então que descobri que poderia encontrar um sinônimo para infiltração trofoblástica: invasão trofoblástica. Aí sim resultados próximos ao que eu esperava começaram a surgir.

Então, o que é essa infiltração/invasão trofoblática? Falando como leiga no assunto, trata-se da simples diminuição da diferença de pressão na formação da placenta. Se esse equilíbrio não ocorre, maior é o risco de eclâmpsia. Essa invasão ocorre no primeiro trimestre entre a 8ª e a 10ª semana de gestação; e no segundo trimestre entre a 14ª e a 16ª semana.

Como podemos ver, não é nada alarmante e sim um processo natural que na gestação.

Para maiores informações, vocês podem dar uma olhada no site http://www.doppler.me/doppler-arterias-uterinas.php .

Até a próxima!

Fonte: http://www.doppler.me/doppler-arterias-uterinas.php

Testei os testes caseiros de gravidez: veja os resultados

Olá!

Como havia prometido (há algum tempo) testei os testes caseiros de gravidez para que as tentantes tenham uma ideia se funcionam ou não. Como estou grávida, espero ajudar a muitas tentantes. 

Nesse post apenas colocarei o nome do teste o e resultado do mesmo. Se querem saber como realizá-lo, deem uma olhada no link 

Então vamos lá:

Teste de gravidez com vinagre

A urina espumou e mudou de cor, dessa maneira o teste estaria correto e seria um POSITIVO. Agora é saber se com não-grávidas não mudaria de cor.

Teste de gravidez da pasta de dente

Não aconteceu nada, pelo menos comigo. Não houve nenhuma reação química. Sendo assim, seria NEGATIVO.

Teste de Fervura da Urina

Esse teste eu não fiz pois ferver urina em uma panela significaria descartar essa panela. Como eu não tinha nenhuma panela para descartar... Fico devendo.

Teste Marroquino

A agulha mudou de cor. Então é POSITIVO. Mas faço a seguinte observação: quando eu tentava engravidar do meu primeiro filho, fiz esse teste quando ainda não estava grávida e a agulhar também mudou de cor. Fica difícil saber se realmente dá certo. Às vezes tenha que utilizar uma agulha de um material específico e não aquelas que temos em casa. Vai saber...

Teste do Cotonete 

Esse teste é para quando a menstruação está para chegar, para ser confirmar se ela está vindo ou não. Não se aplica para determinar a presença de BETA HCG no organismo.

Teste do Cloro 

Ao adicionar o cloro na urina, ela não mudou de cor, então NEGATIVO. Vale ressaltar que com outras grávidas podemos encontrar resultados diferentes.

CONCLUSÕES

Esses teste são ótimos para diversão e não para conclusões definitivas. Os resultados podem variar de acordo com o organismo de cada mulher. Não melhor do que testes confiáveis, como o de farmácia e Beta para confirmar uma possível gravidez.



Abraços.

testei os testes caseiros cotonete


Engravidei tomando Elixir de Inhame!

Olá!

Mais um final de semana com enjoos, mas tenho que ficar firme e pensar que essa fase passa (pois sei bem que passa). Tudo ao seu tempo.

Estava para contar para vocês mas o tempo anda corrido que o ciclo em que usei o Elixir de Inhame foi o que obtive meu positivo. Não sei se teve relação direta pois muitas usam sem sucesso.

É claro que eu estava muito consciente do que acontecia com meu corpo. Desde final de dezembro/2014 eu não tomava o AC. Estava medindo minha temperatura basal desde então. Com essa medição, percebi que meus ciclos estavam durando entre 26 e 28 dias e a minha ovulação estava ocorrendo entre os dias 10 e 13 do ciclo (com fase lútea de 15 dias). Apesar de ter parado com o AC em dezembro, só comecei as tentativas mesmo no ciclo de março, para poder limpar o organismo. (Veja como utilizar o elixir AQUI)

Como não tinha conseguido meu positivo até o ciclo de abril/2015, resolvi usar o elixir de inhame. Não foi fácil encontrar. Somente consegui em uma farmácia pequena de bairro. Em grandes redes de farmácia não é fácil.

Como já sabia que meu período fértil ocorria entre os dias 10 e 13, iniciei o elixir no 4º dia do ciclo, para tomar 7 dias (sempre pela manhã em jejum). Fazendo uso da TB, percebi que ovulei no 10 dia, então parei com o elixir (tomei, então, um dia a menos). O restante do ciclo foi somente de medição de temperatura e espera.

Concluindo: o elixir pode ser mesmo de grande auxílio para quem quer engravidar, mas acredito que o organismo tem que estar funcionando harmonicamente para que o milagre da gravidez aconteça. Além disso, nada melhor do que conhecer o próprio corpo para conseguir aumentar as suas chances!

NOVIDADE: Veja o cronograma para uso do elixir de inhame no post




Quer mais ajuda em suas tentativas para engravidar? Veja o post




OBS: Quer comprar o Elixir de Inhame? Veja os preços AQUI

Abraços!  

sonhadamaternidade.blogspot.com.br


Vida de gestante!

Olá a todas!

Fiz promessas que ainda serão cumpridas, eu prometo.

Tenho tido dias difíceis com muito enjoo e mal-estar. Já havia me esquecido de como passava mal no início da gravidez.

Mas desta vez os enjoos chegaram antes. Na minha primeira gestação, só comecei a enjoar com 7 semanas, nesta com 5 já estava passando mal. Nem o remédio que a médica indicou está tendo muito efeito.

Aos poucos vou descobrindo os alimentos que não são aceitos pelo meu estômago e evitando-os. Minha médica disse para diminuir o volume que costumo comer nas refeições para que o estômago não fique pesado e demore  na digestão.

E no meio desse turbilhão sensações e desconfortos, ainda tenho que ter força para cuidar do meu filho de 3 anos. É difícil ter que dar comida para ele sentindo enjoo, mas tenho que ser forte.

Por hoje é isso. Não demoro a dar notícias e falar mais sobre os testes caseiros.

Abraços.

Serei mãe novamente!!!

Olá a todas!

Após 4 meses de tentativas, tive hoje o meu positivo! Estou com 5 semanas de gestação.

Só alegria!

É tanta coisa que passa pela cabeça, como o desenvolvimento, os exames, os enjoos, o parto... E agora tenho meu filhinho de 2 e meio anos com quem tenho que dividir o tempo e explicar o que está acontecendo. Sei que tudo dará certo.

Vou, para retirar as dúvidas de todas as tentantes, fazer todos aqueles testes caseiros para ver se eles realmente funcionam. Afinal, como estou grávida, vamos ver se funcionam. Vou postar cada resultado aqui.

Além disso, quero dizer que este mês eu utilizei o elixir de inhame. Não sei se o uso teve influência, mas desde que o comprei sempre pensava que seria uma boa ajuda..

Por enquanto é só.

Volto com maiores detalhes dos testes caseiros e do elixir de inhame.

Abraços.

Valores do BetaHCG e semanas de gestação

Olá a todas!!!

Quando recebemos o nosso tão sonhado positivo, ficamos com a aquela curiosidade para saber com quantas semanas de gravidez estamos. É claro que a idade gestacional exata será confirmada com o ultrassom, mas com os valores que repasso a seguir, podemos já ter ideia da idade do bebezinho.

Só um lembrete: os valores do Beta aparecem no exame quantitativo.

Valores de referência 1:

IDADE GESTACIONAL 
2ª semana = 1,1 a 38,9 mU/ml 
3ª semana = 39,0 a 444,1 mU/ml 
4ª semana = 444,2 a 2.739,6 mU/ml 
5ª semana = 3.000 a 5.900 mU/ml 
6a semana = 6.000 a 19.000 mU/ml 
7a semana - 20.000 a 49.000 mU/ml 
"pico" da 8a a 10a semana 50.000 a 100.000 mU/ml 

 
Valor de referência 2
Gestantes: mUl/ml 
0 a 2 semanas: 50 a 500 
2 a 3 semanas: 100 a 5.000 
3 a 4 semanas: 500 a 10.000 
4 a 5 semanas: 1.000 a 50.000 
5 a 6 semanas: 10.000 a 100.000 
6 a 8 semanas: 15.000 a 200.000 
2 a 3 meses: 10.000 a 100.000 


 
Valores de referência 3

Semanas de gestação X HCG mUI/mL 
3 --  5,8 a 71,2 mUI/mL 


4 -- 9,5 a 750 mUI/mL 


5 -- 217 a 7.138 mUI/mL 


6 -- 158 a 31.795 mUI/mL 


7 --- 3.697 a 163.563 mUI/mL 


8 --- 32.065 a 149.571 mUI/mL 


9 -- 63.803 a 151.410 mUI/mL 


10 -- 46.509 a 186.977 mUI/mL 


12 --- 27.832 a 210.612 mUI/mL 


14 -- 13.950 a 62.530 mUI/mL 


15 --- 12.039 a 70.971 mUI/mL 


16 --- 9.040 a 56.451 mUI/mL 


17 --- 8.175 a 55.868 mUI/mL 


18 --- 8.099 a 58.176 mUI/mL 

Até a próxima! 

valores de betahcg

Elixir de Inhame II

Vida de tentante é dura. Cheia de expectativas, pesquisas, "experimentos"!

Agora é hora de eu fazer um novo experimento: o elixir de inhame. Eu já havia postado um vídeo aqui no blog que mostra o depoimento de uma tentante em relação ao uso do elixir. Pesquisei e pesquisei, encontrando muita informação sobre o fato do elixir ser um ótimo depurativo e estimulante natural de ovulação.

O inhame é rico em estrogênio e age no organismo incentivando a produção ovulatória. A fase proliferativa dos ovários necessita de dois hormônios inicialmente, o FSH e posteriormente o estrogênio, porém algumas mulheres não produzem a quantia necessária desse hormônio e não conseguem deixar os folículos prontos para a ovulação. O inhame veio para reverter esse quadro e, até, melhorar o processo de maturação dos óvulos. Resumindo: É um indutor natural de ovulação.

Como tomar o  chá de inhame para estimular a ovulação

Você pode comer o próprio inhame cozido, refogado, em forma de chá ou suco.
O chá ou elixir de inhame deve ser tomado em jejum por 7 dias (duas colheres de chá), e o primeiro dia de ingestão pode variar de acordo com o seu ciclo.

O ideal é tomar o elixir de inhame até no máximo o dia da ovulação. Se o seu ciclo for de 28 dias, vai consumir o chá do 7º ao 13º dia do ciclo, se for um ciclo de 30 dias, vai consumir do 9º ao 15º dia, e assim por diante. 

Para saber exatamente quando deve começar e parar de tomar o chá é preciso que você conheça o seu ciclo ou pelo menos tenha uma ideia de como ele funciona. Aconselho a medir a temperatura basal para se ter uma ideia de quando ovulou ou utilizar testes de ovulação.

Se sua menstruação nem sempre segue um padrão regular, o melhor é consumir o elixir de inhame da seguinte forma.

Ciclos que sempre adiantam : do 5º ao 11º dia do ciclo
Ciclos que sempre atrasam :   do 9º ao 15º dia do ciclo


OBSERVAÇÃO: O inhame não é recomendado para quem tem SOP, pois a estimulação dos ovários pode aumentar o número de cistos nos mesmos.

Veja também meu depoimento no post 




Quer mais ajuda nas sua tentativas para engravidar? Veja o post



elixir de inhame para engravidar
 

Testes caseiros de gravidez: será que você está grávida?

Olá a todas!

A internet é uma fonte inesgotável de informação. Sabe aquela sabedoria que poucos têm acesso? Hoje está para quem quiser saber. Há aquelas escondidas que poucos tinham acesso; há aquelas que apenas eram transmitidas de pais para filhos.

Assim são os testes de gravidez caseiros. Muitos são frutos de sabedoria popular ou do tempo de nossas avós que repassavam para nossas mães, e que hoje, com a modernidade, encontramos a um clique.

Depois de algumas pesquisas, trago os mais conhecidos para vocês conhecerem. Lembrem-se que esses testes não são totalmente eficazes e que para realmente confirmar uma gravidez, somente o exame Beta HCG.

Teste de gravidez com vinagre

  • 1 copo descartável, de preferência transparente
  • 1 palito de picolé
  • Urina
  • 2 colheres de sobremesa de vinagre
Para realizar o teste: No como descartável, colocar o xixi e nele as duas colheres de sobremesa vinagre e misturar com o palito. Se o teste espumar e mudar de cor então deveria ser positivo, caso contrário negativo.

Teste de gravidez da pasta de dente

Em uma quantidade considerável de urina em um potinho desses com tampa para fechar bem, acrescente uma pequena quantidade de pasta de dente branca. Não serve pasta de dente colorida pois, pode alterar o resultado do teste. Se o xixi mudar de cor e ficar azul ou azul esverdeado então o teste é positivo. Se o xixi ficar branco leitoso ou cheio de espuma apenas, então o teste de gravidez da pasta de dente é negativo para gravidez.

Teste de Fervura da Urina

Nesse procedimento você deverá ferver a urina em um recipiente de alumínio. Se a urina ferver semelhante ao leite onde ela sobe e forma nata o resultado da gravidez é POSITIVO, se na fervura for semelhante a água e não subir apenas ficar borbulhando então o resultado da gravidez é NEGATIVO.

Teste Marroquino

Coloque a urina em um recipiente fechado com uma agulha dentro durante 8 Horas. Se mudar de cor o resultado do teste é POSITIVO e se ficar da mesma cor o resultado é NEGATIVO.

Teste do Cotonete 

Coloque delicadamente o cotonete em sua vagina bem próximo ao colo do útero, raspe bem devagar em volta e retire o cotonete. Se o cotonete sair branco quer dizer que a menstruação não está chegando, o que pode indicar uma possível gravidez. Se sair vermelhinho é sinal de que a menstruação está por vir. OBS: Esse teste só serve para indicar que a menstruação está ou não chegando.

Teste do Cloro 

Coloque um pouco de urina em algum copo descartável adicionando cloro a ele. Se ficar na cor escura é um sinal de POSITIVO, ou seja, uma possível gravidez. Se manter a mesma cor possivelmente você não estará grávida.


Teste da Cândida 

Coloque em um recipiente um pouco de cândida junto com urina. Se mudar para a cor meio laranja, meio avermelhado o resultado será POSITIVO, caso contrário mantendo a mesma cor será NEGATIVO.

Veja os resultados desses testes quando eu os realizei já estando grávida em Testei os testes caseiros de gravidez.

testes caseiros de gravidez cotonete

Endometriose

Doença caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga.

Todos os meses, o endométrio fica mais espesso para que um óvulo fecundado possa se implantar nele. Quando não há gravidez, esse endométrio que aumentou descama e é expelido na menstruação. Em alguns casos, um pouco desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica. As causas desse comportamento ainda são desconhecidas, mas sabe-se que há um risco maior de desenvolver endometriose se a mãe ou irmã da paciente sofrem com a doença.

É importante destacar que a doença acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última. Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente está na faixa dos 30 anos.

Hoje, a doença afeta cerca de seis milhões de brasileiras. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la e 30% tem chances de ficarem estéreis.

Os principais sintomas da endometriose são:

• Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
• Dor pré-menstrual;
• Dor durante as relações sexuais;
• Dor difusa ou crônica na região pélvica;
• Fadiga crônica e exaustão;
• Sangramento menstrual intenso ou irregular;
• Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
• Dificuldade para engravidar e infertilidade

´Diagnóstico

O diagnóstico da endometriose é feito por exames específicos, como:

Ultrassonografia transvaginal – Procedimento de menor custo, que permite a identificação de endometriomas, aderências pélvicas e endometriose profunda.

Ressonância magnética – Exame mais caro, a ressonância magnética apresenta melhores taxas de sensibilidade e especificidade na avaliação de pacientes com endometrioma e endometriose profunda.
Para identificar a existência da endometriose, outros exames complementares ainda podem ser solicitados pelo médico, como a ultrassonografia transretal, a ecoendoscopia retal e a tomografia computadorizada. Após a identificação de alguma alteração, o médico poderá optar por realizar uma biópsia da lesão encontrada, de modo a confirmar o diagnóstico. Essa avaliação será realizada por meio de exames chamados laparoscopia e laparopotomia.

Laparoscopia – Permite tanto o diagnóstico como o tratamento da paciente. O procedimento é realizado através de pequenas incisões na barriga, e a introdução de instrumentos telescópicos para a visualização, e se for o caso, para a retirada das lesões. A laparoscopia também permite a coleta de material para avaliação histológica e o tratamento cirúrgico das lesões. O ideal é que seja realizado após o término da fase de avaliação por meio dos métodos de imagem, permitindo que o diagnóstico e o tratamento possam ser feitos de maneira integrada – e evitando, assim, múltiplos procedimentos. A Laparoscopia é mais vantajosa que a Laparotomia, porque envolve um menor tempo de hospitalização, anestesia e recuperação, além de permitir uma melhor visualização dos focos da doença.

Laparotomia – É o procedimento tradicional e considerado mais invasivo em comparação à Laparoscopia.  Envolve uma incisão abdominal maior para acessar os órgãos internos, e pode ser indicada pelo médico dependendo das necessidades da paciente.

Hoje em dia, no entanto, existem diversos tipos de tratamentos não invasivos, que podem reduzir o número total de procedimentos a que a paciente é submetida. Vale ressaltar que a endometriose é uma doença crônica, e por isso o acompanhamento médico contínuo é fundamental.

Fonte:
PASSOS, Eduardo Pandolfi. et al. Videolaparoscopia. In: FREITAS, Fernando. (autor) et al. Rotinas em Ginecologia. Porto Alegre: Artmed, 2011, pp. 302-322.

SOUZA, Carlos Augusto B. et al. Endometriose. In: FREITAS, Fernando. (autor) et al. Rotinas em Ginecologia. Porto Alegre: Artmed, 2011, pp. 144-158.

UENO, Jogi. Laparoscopia x Laparotomia. Disponível em: < http://laparoscopiaginecologica.net.br/2013/07/laparoscopia-x-laparotomia/>. Acesso em 18 jul. 2013.

A Saúde da Mulher

Olá tentantes!

Durante as tentativas da minha primeira gravidez, ouvi falar de vários elixires que seriam bons para limpar o organismo feminino e, como isso, deixar o corpo feminino mais propício à gravidez.

Um desse muito comentado é o Saúde da Mulher. Esse remédio é um fitoterápico utilizado como regular menstrual, que diminui TPM, cólicas e normaliza o fluxo. Além disso, auxilia as defesas do organismo diminuindo processo inflamatórios.

Por ser um medicamento natural, ele não precisa de prescrição médica, pode ser comprado em qualquer farmácia. Há muitos relatos na internet tratando dos benefícios do Saúde da Mulher e também de mulheres que utilizaram e engravidaram no mesmo ciclo em que tomaram o remédio.

Quando estava tentando engravidar pela primeira vez, não utilizei o Saúde da Mulher, mas sim o Agoniada, que irei tratar em outro post.

Como usar A SAÚDE DA MULHER? 


Segundo as indicações, deve ser tomado sempre diluído em meio copo d´água.

Para tratar problemas de fluxo menstrual muito irregular, deve-se iniciar o uso da Saúde da mulher 15 dias após o término da menstruação e seguir tomando até o início novamente da mesma.

Nos casos de inflamações e hemorragias uterinas, recomenda-se tomar um copo-medida por dia até o alívio dos sintomas.

Para alívio das cólicas menstruais, tomar durante menstruação 1 copo-medida três vezes ao dia.

Para quem está na menopausa e quer amenizar os incômodos da mesma, é indicado tomar 1 copo-medida duas vezes ao dia durante 7 dias.

E, finalmente, para quem quer engravidar, deve-se tomar do 1º ao 7º dia do ciclo, cerca de 30 ml, duas vezes ao dia.

Espero que tenham gostado das informações. Se você já tenha usado e consegui seu positivo, conte para gente. Há muitas tentantes curiosas por informações!

sonhadamaternidade.blogspot.com.br


Veja mais sobre outro método natural muito utilizado chamado ELIXIR DE INHAME, em ENGRAVIDEI TOMANDO ELIXIR DE INHAME.

Beijos férteis.


Gravidez molar

Olá

Vou tratar um pouco de um tipo de início de gestação que não evolui: a gravidez molar.

"A gravidez molar, gravidez em mola ou mola hidatiforme, é uma condição rara onde durante a fecundação há um erro genético e o feto não recebe os pares de cromossomos vindos da mãe, somente do pai, fazendo com que o suposto bebê seja formado de um emaranhado de células, que formam várias vesículas no útero da mulher, semelhante a cachos de uvas." (http://www.tuasaude.com/gravidez-molar/)

Após a fasea lútea, a mulher começa a sentir os sintomas clássicos da gravidez, mas ao realizar o exame laboratorial, o médico pode desconfiar da existência de uma gravidez molar se o valor do exame do Beta HCG estiver muito alto para a possível idade gestacional do feto.

Assim, é solicitado à gestantes exames adicionais, como uma ultrassonografia pélvica e dosagem de HCG no sangue.

"Causas da gravidez molar

As causas da gravidez molar ainda não foram esclarecidas, mas se sabe que o erro pode ocorrer quando 2 espermatozoides fecundam o mesmo óvulo.

Tratamento para gravidez molar

Por volta das 6 ou 8 semanas de gestação deverá acontecer um aborto espontâneo, pois o desenvolvimento do embrião não é possível. Caso a gravidez molar tenha sido descoberta antes do aborto espontâneo é necessário provocar o aborto, senão, parte-se logo para a curetagem, para garantir que o útero fique devidamente limpo.
Algumas mulheres mesmo após a curetagem podem permanecer com células do embrião dentro do útero e estas podem vir a tornar-se num tumor maligno ou benigno, dependendo de cada caso. Caso ela seja diagnosticada com um tumor maligno o tratamento deverá ser realizado à base de quimioterapia, radioterapia e/ou cirurgia.
A mulher que teve gestação molar deve ser acompanhada durante 1 ano após o esvaziamento uterino, com dosagens seriadas do beta HCG quantitativo."

Referência Bibliográfica

ANDRADE JM. Mola hidatiforme e doença trofoblástica gestacional. Acesso em Abril. 2015.

gravidez molar

Veja o post 4 PERGUNTAS A SE FAZER ANTES DE REALIZAR O TESTE DE FARMÁCIA. Lá há informações que te ajudarão a saber mais sobre o melhor momento para se fazer o teste de farmácia.

Além desse, veja um pouco mais sobre ovulação tardia em OVULAÇÃO TARDIA: O QUE É ISSO?

Abraços a todas e até o próximo post!

Síndrome dos ovários policísticos

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um distúrbio hormonal comum nas mulheres em idade reprodutiva. Também conhecida como síndrome de Stein-Leventhal, a doença é definida por um aumento de tamanho dos ovários, que criam várias bolsas cheias de líquido (cistos).

O que ocorre é que vários corpos lúteos, na época da ovulação, se preparam para serem liberados, mas por causa desse distúrbio hormonal, nenhum óvulo é liberado e essas bolsas de líquido se acumulam nos ovários. Sem ovulação as possibilidades de gravidez são nulas.

É comum a mulher apresentar elevados níveis de hormônios masculinos, ao ponto de, em certos casos, apresentar características masculinas, como excesso de pelos. Em adolescentes, a menstruação pouco frequente ou ausente pode ser sinal da doença.

A SOP é identificada, inicialmente, por meio de uma ultrassonografia endovaginal, podendo também ser realizada em série (três seções antes da ovulação) para se ter certeza de que a ovulação não ocorreu ou se não houve evolução do corpo lúteo.

Como os ciclo ficam irregulares com a SOP, essa síndrome pode dificultar a gravidez.

 

Tratamento de Síndrome do ovário policístico

O tratamento para síndrome dos ovários policísticos geralmente se concentra na gestão dos sintomas e complicações, tais como infertilidade, acne ou obesidade.
O seu médico pode prescrever medicamentos para:

  • Regular seu ciclo menstrual, como pílulas anticoncepcionais
  • Reduzir os níveis de insulina e prevenir diabetes tipo 2, como a metformina
  • Ajudar na ovulação, como os indutores de ovulação (citrato de clomifeno, por exemplo)
  • Reduzir o crescimento excessivo de pelos, como inibidores de hormônios andrógenos.
Se os medicamentos não ajudá-la a ficar grávida, uma cirurgia ambulatorial chamado perfuração ovariana laparoscópica é uma opção para algumas mulheres com SOP. Seu médico pode ajudá-lo a determinar se você é uma candidata para este tipo de cirurgia.

Neste procedimento, um cirurgião faz uma pequena incisão no abdômen e insere um tubo ligado a uma pequena câmara (laparoscópio). A câmera fornece ao cirurgião imagens detalhadas de seus ovários e órgãos pélvicos vizinhos. Em seguida o cirurgião insere instrumentos cirúrgicos através de incisões pequenas e utiliza energia elétrica ou a laser para queimar buracos em folículos sobre a superfície dos ovários. O objetivo é o de induzir a ovulação.

Alternativa natural de tratamento
Aqui no blog já falei de duas ervas interessante no tratamento da SOP. Trata-se do uxi amarelo e da unha de gato. Dê uma olhada pois é muito interessante.

Veja no post Uxi amarelo e Unha-de-gato como se utiliza essas ervas.

imagem uxi amarelo e unha de gato.


Gravidez química

Olá tentantes! Com está tudo?

Muitas mulheres já passaram pela seguinte situação: menstruação atrasada, resolver fazer um teste de farmácia e tem como resultado um positivo. Com alegria vai realizar o exame de sangue e quando vem o resultado: NEGATIVO.

Mas como pode ser? Se não existem falsos positivos, como não estar grávida? O que ocorre é que, na maioria das vezes, os óvulos são mas que não conseguiram se implantar no útero.



gravidez química




Esse processo é caracterizado de gravidez química. O óvulo é liberado pelo folículo no ovário, é capturado pela trompa, fecundado pelo espermatozoide, encaminhando ao útero mas, por algum motivo, não consegue se implantar (fixar) no endométrio ( camada interna do útero). Sem se fixar, não se desenvolve e com isso, vaga pela cavidade uterina, até ser absorvido pelo organismo e expelido junto  com a menstruação (descamação do endométrio). A gravidez química também é conhecida como microaborto, ou aborto bioquímico. (http://www.maeaflordapele.com/2013/07/gravidez-quimica-voce-sabe-o-que-e.html)



Somente é possível saber se houve gravidez química se a mulher conhece bem seu ciclo e/ou realizou um teste de gravidez que deu positivo e dois dias depois (por exemplo) a menstruação desceu.



De acordo com pesquisas médicas, muitas mulheres sofrem aborto espontâneo sem mesmo saberem que estavam grávidas, já que essas ocorrências são altas (cerca de 80%).



Por isso é aconselhável que se realize o exame apenas após o atraso menstrual (pelo menos 5 dias) para que não haja alarmes "falsos".


Veja o post 4 PERGUNTAS A SE FAZER ANTES DE REALIZAR O TESTE DE FARMÁCIA. Lá há informações que te ajudarão a saber mais sobre o melhor momento para se fazer o teste de farmácia.

Além desse, veja um pouco mais sobre ovulação tardia em OVULAÇÃO TARDIA: O QUE É ISSO?

Abraços a todas e até o próximo post!


Teste de Gravidez online

Olá!

Quando estava tentando engravidar pela primeira vez, todo mês (durante mais de um ano) eu ficava enfiada no computador procurando formas de descobrir se estava grávida antes do atraso menstrual. Difícil, né!

Pois é. Depois de navegar bastante encontrei na época um site que, após vocês incluir alguns dados, te diz a possibilidade de estar grávida.

http://www.livepregnancytest.com/pregnancytest/

O site está em inglês, mas abaixo segue a tradução do site com os créditos de http://gravidez.mamaeonline.com/teste-de-gravidez-online/





Depois informe se teve outras relações no mesmo ciclo e que sintomas que você está sentindo:







Então, informe sobre os métodos anticoncepcionais que você utiliza (ou não)





 Disponível em:http://gravidez.mamaeonline.com/teste-de-gravidez-online/

Sexo do bebê: Tabela da época da vovó

Antes da minha primeira gravidez, uma colega mais velha de serviço me disse que ela possuía um livro (desses de boa conduta feminina) antigo que vinha com uma tabela que poderia ser utilizada tanto para se descobrir o sexo do bebê ou para planejar o mesmo. Essa amiga tirou uma cópia e me deu.

Grande parte das pessoas que viram essa tabela comigo e que a testaram garantiram que deu certo com elas. Comigo não deu certo. Acho que como meu filho foi concebido em início de mês, pode ter influenciado.

A tabela mostra a idade da mulher e os meses do ano, e cada mês corresponde a um possível gestação de um determinado sexo. Acredito ser uma variação da Tabela Chinesa.

Abaixo segue o link do site onde disponibilizei a tabela:

https://pt.scribd.com/doc/259724091/sexo-bebe

Não se esqueçam que nada na vida é 100% e que essas tabelas são brincadeira para nos distrair em nossa busca pela maternidade.

Um grande abraço e até a próxima.

saber sexo do bebê

Tabela Chinesa

Olá!

Entre os vários métodos de se tentar descobrir o sexo do bebê, o mais conhecido é a Tabela Chinesa.

Essa tabela leva em consideração a idade lunar da mulher quando da concepção, isto é, a idade em que engravidou + 1 (desde que não tenha nascido em janeiro ou fevereiro, nesse caso não se soma 1).

Por exemplo: Uma mulher que nasceu no dia 11/06/82, em 2012 completa 30 anos. Então, se ela engravidar neste ano, sua idade lunar será 31. Quem nasceu em janeiro ou fevereiro não precisa acrescentar +1 à sua idade, pois sua idade lunar é a mesma idade em que engravidou. Por exemplo: Uma mulher que nasceu no dia 29/01/85, em 2012 completa 27 anos. Se ela engravidar neste ano, sua idade lunar será 27, pois não necessita somar nada.

Após descobrir a idade lunar é só consultar a tabela abaixo:

primeira tabela chinesa

Há também uma outra versão da tabela que não trata da idade lunar, basta cruzar a idade e o mês da concepção. Vejam:

segunda tabela chinesa

Lembre-se que isso é só uma brincadeira e que não há 100% de garantia (como nada nessa vida).

Até mais.

HISTEROSSALPINGOGRAFIA

Olá a todos!

Hoje vou falar um pouco de um exame que muitas mulheres que estão pesquisando motivos de infertilidade (ou de demora para engravidar): HISTEROSSALPINGOGRAFIA.

Esse nome grande já assusta, assim como as leituras que fazemos na internet sobre o mesmo. A histerossalpingografia é um exame ginecológico de raio X do útero e das trompas, feito com contraste. Durante o exame, o colo do útero da mulher é pinçado para que um cateter seja introduzindo no mesmo. Esse cateter é responsável pela injeção do contraste no útero da mulher, para que a radiografia seja realizada. A histerossalpingografia deve ser feita 1 semana após a menstruação e antes da ovulação para garantir que a mulher não está grávida.

O contraste entra nas trompas, e em alguns casos, possíveis obstruções nas mesas são resolvidas apenas com a força do contraste. Muitas mulheres na net relatam conseguir engravidar após o exame.

Existem muitos relatos de dor durante o exame. Algumas clínicas costumam sedar as pacientes, mas na maioria dos casos o médico pode receitar algum analgésico ou anti-inflamatório para usar antes e depois da histerossalpingografia. Mas não vou mentir aqui: É UM EXAME REALMENTE DOLOROSO.

Agora relato minha experiência com o exame: para realizar o exame, a clínica pediu que eu tomasse paracetamol 500mg uma hora antes. Fui para a clínica muito receosa por todos os comentários que já havia lido na internet. Na sala da radiografia, havia uma médica, uma auxiliar de enfermagem e um médico radiologista (que só entrou na sala no momento da radiografia). A médica pinçou o colo do meu útero (dorzinha leve, suportável) preparou o contraste para se injetado e o radiologista entrou. Aí veio o momento difícil. O radiologista preparou a máquina por cima de mim e a médica injetou o contrasta na primeira trompa: uma grande dor, como de fosse uma cólica muito forte. Na segunda trompa, a dor foi um pouco maior, e para piorar teve que repetir pois o radiologista não conseguiu tirar a radiografia adequadamente. No fim, me senti exausta. A médica , muito tranquila, falou que eu ficaria na cama para descansar e  assim que eu me sentisse melhor me liberaria. Devo ter ficado lá uns 15 minutos. Não havia obstruções nas minhas trompas, estando tudo OK comigo.

Minha conclusão: é um exame dolorido sim, mas suportável. Tudo vale a pena quando estamos tentando ter nosso bebê.

Um grande abraço.

histerossalpingografia imagem do exame

Temperatura basal

Olá a todas a tentantes!

Hoje vou tratar de uma método muito bom para se identificar a ovulação e que ajuda a quem está tentando engravidar: o método de medição da temperatura basal.

Temperatura basal é a temperatura do corpo quando ele está completamente descansado. O melhor momento para se medir essa temperatura é ao acordar após uma noite de sono de no mínimo 4 horas ininterruptas (ou pelo menos que não se levante para beber água ou ir ao banheiro). Em resumo: repouso total.

A temperatura basal varia durante o ciclo menstrual feminino, mantendo-se mais baixa antes da ovulação (entre 36º e  36,5º), mais alta após a ovulação (costuma ficar em torno dos 37º), apresentando uma queda no dia em que a menstruação desce.

Dessa forma há como identificar (após alguns meses de medição) quando você irá ovular, qual o tamanho de sua fase lútea e quando sua menstruação vai chegar. Conhecendo bem seu corpo, ao perceber o atraso menstrual com temperaturas altas, pode-se saber se há uma possível gravidez.

Como medir a temperatura basal?


Todos os dias, no mesmo horário, antes de se levantar da cama, verifique a temperatura com um termômetro na boca, no reto ou na vagina (prefiro a última opção por achar mais preciso). Anote todos os dias, de preferência em um gráfico para a visualização da alterações de temperatura ficarem mais claras.

Veja nesse abaixo gráfico que mostra uma gravidez. As temperaturas permanecem mais baixas até o dia da ovulação, que provavelmente ocorreu no 10º dia do ciclo. Depois ele só subiu e permaneceu alta após o fim da fase lútea (duração provável de 15 dias).

www.sonhadamaternidade.blogspot.com.br

 Abaixo, veja um gráfico em que, após a fase lútea, há uma queda na temperatura e a menstruação se inicia.

www.sonhadamaternidade.blogspot.com.br


Há sites em que você coloca os dados de sua TB e eles montam os gráficos para você, indicando o possível dia da ovulação. Veja o www.mamanandco.com.pt e o www.fertilityfriend.com/

Abaixo indico três posts em que relato um cronograma utilizando métodos naturais e a TB para tentar engravidar.



Que tal tentar? Boa sorte e beijos férteis a todas!

Abraços







Elixir de inhame para engravidar

Interessante o vídeo sobre o elixir de inhame!

Vale a pena conferir.

Veja também meu depoimento sobre como utilizei esse elixir quando engravidei no post


Além disso, veja o post que mostra como utilizar o xampu Johnson's ajuda a engravidar.



Método Noug para saber quando vai engravidar

Durante meu percurso para poder engravidar, descobri o método Noug (ou tabela Noug) que, a partir da data de nascimento da futura mamãe e futuro papai, prediz possíveis datas de gravidez, parto e sexo do bebê.

Então vou tentar explicar como funciona, pois sua utilização é meio confusa.



Na primeira aba do excel (que tá escrito Methode Noug)  escreve a data de nascimento sua e o ano que começaram com as tentativas. Aí aparecerão os resultados referentes à futura mamãe. Depois, você troca os dados e coloca a data de nascimento do marido e o ano que começaram as tentativas de novo.



Ao ver os resultados, se sair (2) ou (3) é um parto (nascimento), os números (18) e (19) gravidez mas pode ser interpretado como parto também. Se for (19) será menino e o (16) sai na planilha do papai, dizendo que é gravidez da mulher. Na verdade tudo pode ser parto, tem que juntar os números, se forem seguidos que pode ser interpretado como gravidez e depois nascimento.



  Pelo que parece, tem que juntar os dados do casal (seu e do marido). Parece que dá certo quando coincidir as datas.


Não se esqueçam que isso é apenas uma brincadeira, por pura diversão. No caso do meu primeiro filho, não deu certo, mas vai que funciona para alguém.

Abaixo estou disponibilizando dois links onde você podem encontrar a tabela do excel.

http://www.4shared.com/office/UT3T7-pvba/Methode_noug__1_.html

http://www.4shared.com/office/YrBhZxgJce/noug_tableau_excel2.html

https://drive.google.com/file/d/0BwTcXXkN5aHWclVkbmdZTlZQMWc/view?usp=sharing

https://drive.google.com/open?id=0BwTcXXkN5aHWM2szMTh6U2gtbXc


Abraços.

PS: Veja AQUI um tutorial explicativo publicado em 05/05/2016

Uxi amarelo e Unha-de-gato

Após meu AE, meus hormônios deram uma louca: não menstruava mais direito (todo mês só vinha uma borra preta que durava dois dias), isso quando menstruava. Depois de várias tentativas de engravidar novamente, minha médica me pediu um ultrassom e, para minha surpresa ela percebeu que meus ovários estavam policísticos. Eu nunca tive síndrome dos ovários policísticos, mas eles estavam.

Comecei a pesquisar por conta própria tratamentos alternativos para SOP, já que eu não queria voltar a tomar anticoncepcional. Foi aí que descobri as ervas o uxi amarelo e unha-de-gato. O uxi amarelo é utilizado em tratamento de miomas e cistos, e a unha-de-gato é um poderoso anti-inflamatório (tão poderoso que até umas dores na articulação do braço sumiram que utilizei a erva).

Eu fazia o chá de e tomava uma xícara de uxi amarelo pela manhã e uma de unha-de-gato à tarde, sempre durante meu período menstrual, isso porque não é aconselhável tomar chá dessas ervas estando grávida.

Com três meses tomando os chás minha menstruação regularizou e voltou a ter sangramento vermelho. Demorou apenas dois ciclos após o uso dos chás para que eu engravidar novamente.


Abaixo segue uma receita dos chás


Os chás devem ser feitos separadamente. O uxi amarelo deve ser ingerido pela manhã, enquanto a mistura obtida através da unha-de-gato na parte da tarde. Os chás podem ser tomados desde o primeiro dia da menstruação até o período fértil, não devendo ser consumido após a ovulação.

Para o chá de uxi amarelo, ferva 2 colheres de sopa da casca da planta com meio litro de água e tome em jejum.

Para o chá de unha-de-gato, ferva 2 colheres de sopa da planta ressecada em meio litro de água e toma no final da tarde, antes do jantar.


chá de uxi amarelo e unha-de-gato


No site do Globo Repórter tem uma matéria sobre essas ervas:

http://redeglobo.globo.com/Globoreporter/0,19125,VGC0-2703-3200-1-49326,00.htm


Veja também o post POR QUE O UXI AMARELO AJUDARIA A ENGRAVIDAR?

E POR QUE A UNHA-DE-GATO AJUDARIA A ENGRAVIDAR?


Abraços a todas!

Topo